Premissa: A prioridade deve ser na prevenção dos crimes, investimento em tecnologia, valorização dos profissionais que nos defendem e na punição severa de quem comete um crime.

1. Investir em inteligência e ações preventivas, melhorar a estrutura de investigação, incluindo perícia. Já existem sistemas informatizados que podem facilitar o mapeamento dos crimes, a comunicação entre cidades e entre a população e a polícia.

2. Valorização dos policiais.