Premissa: Os políticos precisam dar o exemplo. Queremos um governo transparente e sem privilégios, com controle fiscal rígido, que combata a corrupção e focado no essencial.

1. Abrir mão de carro oficial, motorista e planos de telefonia.

2. Cortar de pelo menos 75% dos assessores. São 32 (sim, TRINTA E DOIS) na Assembleia Legislativa de SP. Pretendo trabalhar com no máximo 8, tendo entre eles, especialistas nas áreas tributárias, educação, segurança, saúde.

3. Cortar em pelo menos 50% minha verba parlamentar

4. Doação de 20% do salário para entidades privadas de apoio a educação básica

5. Destinarei 100% do valor das minhas emendas impositivas e do meu esforço para o que é prioridade: educação básica, segurança, saúde e melhoria do ambiente de negócios.

6. Votar SEMPRE CONTRÁRIO a qualquer aumento de imposto, salário próprio ou benefício próprio, aumento de burocracia e custo da máquina pública.

7. Tolerância ZERO com corrupção.

8. Aumentar a transparência na vida política.

9. Estimular participação de entidades do terceiro setor na gestão de equipamentos públicos.

10. Propor que contratações de segundo escalão em diante, em qualquer secretaria do Estado e nos municípios, seja técnica, de notório saber acadêmico, e experiência profissional na área - e não política.

11. Propor que contratações do secretariado tenham notória experiência na gestão de pessoas, processos e bons resultados passados.